Oiço, demasiadas vezes, que a moda e todas as suas vertentes (cabelo, maquilhagem, roupa,…) são fúteis.

A moda, como tudo o que depende da nossa criatividade, é aquilo que nós quisermos.

Já li teses de mestrado mais fúteis do que algumas ações de moda.

Quando criei o meu blog os meus objectivos eram:

– Mostrar que a moda não é fútil: tem muitas utilidades sociais e, sobretudo, é uma forma de comunicação, de passarmos uma mensagem ao mundo

– Para mim moda significa uma mensagem visual, a nossa linguagem não-verbal. Para estar na vanguarda é preciso ser autêntico, promover algo diferenciador no mundo. Se a isso conseguirmos agregar a mensagem visual (moda), então sim, somos líderes de um estilo ou movimento, independentemente do nosso corpo, idade, ou estatuto social.

– Serve para melhorar o dia-a-dia de todos nós, quando encarada correctamente (sem exageros nem obsessões)

Quando vi este artigo encontrei espelhados os princípios em que eu acredito e fiquei orgulhosa por ser um acontecimento “Made In Portugal”.

Daniel Maia, de 17 anos desfilou para as marcas Cheyenne e Mad Dragon Seeker by com o intuito de acabar com o mito de que a Síndrome de Down é sinónimo de isolamento social ou é impedimento para a generalidade das atividades humanas, como por exemplo, desfilar numa semana de Moda como o Portugal Fashion.

Com o apoio da Palco Sem Barreiras, associação que visa dar maior visibilidade pública aos cidadãos portadores de Trissomia 21, esta ação enquadra-se no dia mundial dedicado a esta alteração genética, o World Down Syndrome Day, que se assinalou a 21 de março.

inclusao social

 

Ações de inclusão social como esta têm sido realizadas também noutras edições do Portugal Fashion, na iniciativa ‘Moda’r mentalidades’, organizadas pela Corrente Jovem – Associação de Jovens para o Apoio à Pessoa Deficiente – cujo objectivo é promover a igualdade de oportunidades, a valorização estética, a visibilidade pública, a integração social e o bem-estar físico da pessoa portadora de deficiência.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *